Frente ao aumento de número de casos, HCFMB divulga medidas preventivas para o atendimento de pacientes com síndrome gripal

Atento ao cenário atual em relação ao aumento de atendimentos de casos de síndrome gripal, não só em Botucatu, mas em toda região, o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) já trabalha na implantação de medidas importantes visando garantir uma assistência eficaz, otimizando o fluxo de atendimento e reforçando a conscientização e prevenção nesta nova fase da pandemia entre a população, servidores e principalmente pacientes:

• Testagem de todos os servidores do Complexo via pool de saliva ou PCR-RT, visando a segurança da equipe e dos pacientes, mantendo o fluxo da assistência das áreas;

• Atualização dos protocolos terapêuticos;

• Aumento progressivo de número de leitos de enfermaria e UTI exclusivos para o tratamento da Covid-19, de acordo com a demanda de casos;

• Análise do estoque de medicamentos e insumos hospitalares utilizados no tratamento da Covid-19;

• Aquisição de testes rápidos de antígeno para Covid-19, o que garante um atendimento mais ágil;

• Reavaliação dos espaços necessários para o isolamento de pacientes.

A Prefeitura Municipal de Botucatu informou que a partir de segunda-feira (10/01), todas as Unidades Básicas de Saúde da cidade serão transformadas em Pontos de Atendimento de Síndrome Respiratória. Estes devem ser os primeiros locais a serem procurados em caso de sintomas suspeitos, como tosse, coriza, gripe, dor de cabeça, diarreia, entre outros. As Unidades estarão preparadas para realizar o teste rápido de antígeno para covid-19, com resultado em 15 minutos. Assim, o atendimento será mais rápido e somente os casos mais graves serão encaminhados ao Pronto Socorro Adulto ou Infantil, já com o resultado do teste.

Por fim, pedimos a todos que mantenham os cuidados essenciais, como o uso de máscara, álcool gel e que evitem aglomerações. Com essas medidas, cuidamos da nossa saúde e do próximo. O HC reitera seu compromisso em promover atendimento digno e de qualidade a todos os pacientes neste momento.

Créditos das fotos: Eliete Soares / GCIM